Pular para o conteúdo
Normatização do sistema TLC de ensino de línguas estrangeiras

Normatização do sistema TLC de ensino de línguas estrangeiras

 Aos professores da rede:

Considerando teorias de aquisição e aprendizagem de língua estrangeira, seguimos uma metodologia na qual ensinamos primeiro a aula, seu conteúdo e depois existe o acompanhamento no livro.

Este processo é feito seguindo um passo a passo no qual, primeiro oferecemos o som da palavra. O professor a repete três vezes. O aluno a repete em seguida da terceira vez. Neste momento dá-se a primeira correção. Em seguida o professor oferece uma frase na qual a palavra está contextualizada ao aluno, que a repete. É importante observar-se que: a contextualização deve respeitar o foco do texto, e  o professor deve estar atento a compreensão do significado da palavra pelo aluno. O que não quer dizer traduzir, mas sim, compreender o significado naquele contexto em que a lição a oferece. Este processo é seguido, palavra por palavra, das contidas no vocabulário a ser explorado pela lição. Como verificação será pedido ao aluno que faça uma frase com as palavras, uma a uma, após ouvir e repetir o texto.

Sedimentado o vocabulário, iniciamos o processo de compreensão auditiva do texto.

O professor situa em tempo e espaço o texto a ser ouvida. (‘ vocês irão ouvir uma pessoa falando sobre um lugar que ela frequenta’) O professor expõe o aprendiz ao texto a primeira vez, pode perguntar que palavras foram reconhecidas. Ao expor a segunda vez, o professor pode aprofundar as perguntas a medida que percebe o desenvolvimento dos aprendizes. Sugere-se que então seja aberto o livro, todos possam ler o conteúdo da página com o texto e suas questões, para que possam ouvir com orientação da informação a ser observada.

Verificada a compreensão do texto, esclarecida as possíveis duvidas dos alunos, chegasse ao momento de encenar o texto. O professor levará os alunos a repetir o texto, enfatizando que é um momento de aquisição de pronuncia, entonação, entoação, e incorporação da língua e da mensagem do texto. É hora do teatro sob a direção do professor. Tem-se o objetivo de que o aprendiz memorize o texto. Considerando que ele compreendeu toda a estrutura e uso, ele terá respostas prontas para usar na vida, dando vida a seu pensamento. 

Em seguida, o aluno assume ser um dos personagens, e atua como emissor da mensagem, e, se necessário, lê o texto.

Num novo passo o aprendiz ira aprender a manipular a língua. Conhecendo sua estrutura, como e quando usar. São exercícios que podem parecer  cansativos, monótonos, porém são muito eficazes. Ficando claro que o bom professor sabe usa-los com diferentes estratégias para não desestimular ao aprendiz.

Sempre que possível volte ao texto. Trabalhe com os alunos variações do texto. Estimule-os a inserir detalhes reais do cotidiano ao texto. É muito válido também associar a lição do dia com outra anterior. (Que tal combinar a unidade 7 incluindo no texto termos da unidade 3?)

Buscamos uma aprendizagem eficiente, consolidada, que permita ao alunato intervir na vida em sociedade de forma eficaz. É na escola que ele aprenderá a expor-se em língua estrangeira e a expor seus pensamentos. É conosco que ele terá certeza de poder interagir no mundo corporativo, acadêmico ou social.

A visita ao site da rede TLC deve ser estimulado. Lá o aprendiz encontra um material bastante similar ao livro texto, e mais alguns recursos para aumentar o insumo de língua alvo. É o estudo fora da sala de aula. Um desenvolvedor de competências e habilidades que estrutura o conhecimento.

Conhecer estudos sobre como ensinar e como aprender facilita o trabalho do professor, assim como conhecer seu aluno, as estratégias que ele usa, seu mecanismo interno. Nossas aulas são para pessoas que buscam uma extensão universitária, um programa de intercambio. São pessoas que tem um sonho a alcançar através de nosso trabalho.

Valorize-se! Valorize seu trabalho fazendo-o bem feito. Mantenha um plano de aula que respeite nossa metodologia. Explore técnicas! Tenha em mente sempre desenvolver a pronuncia, a consciência dos mecanismos da língua e de como usa-la. Estimule seus aprendizes a aprender a ouvir para adquirir uma produção fonética satisfatória e de comunicabilidade.

Lembre-se, o desenvolvimento das habilidades orais permitirão a comunicação, e este é um processo de partilha. A comunicação é a ferramenta que permite a negociação. Aliás, palavraou comportamento muito importante em nosso desenvolvimento de trabalho com alunos ‘one-to-one’.

Tenha o habito de avaliar continuamente seus grupos. O desenvolvimento de cada um individualmente. Pense sempre em avaliação formativa. Este é nosso diferencial, pois não cremos na estratificação social, mas sim na mobilidade através do conhecimento e do uso de estratégias vencedoras. Mas avalie-se também, continuamente. Seja reflexivo. (Se eles aprenderam...como melhorar? Se eles não aprenderam... como melhorar?)

Seja investigativo. As vezes, basta sabermos o que o aluno visa para todos atingirmos o sucesso.

 

Bem vindo!

Seguem alguns nomes de pesquisadores da área de ensino aprendizagem de língua estrangeira e aquisição da mesma.

 

Savignon, 1990                 Brown, H.D.

Vygostky, L.A.                  Piaget, J

Bakthin                                               Prabhu

Brofrenbunner                Gardner

Hoffman, 2009                 Perenoud, 1999

Comentários

Você também vai gostar

Mais de 150  expressões necessárias para uma conversa em Inglês

Mais de 150 expressões necessárias para uma conversa em Inglês

  No idioma Inglês existem muitas expressões idiomáticas e muitas vezes é difícil para entendermos, porém é essencial conhece-las. Juntamos algumas expressões mais populares abaixo para te ajudar a...

CONTINUE LENDO